Governo propõe que médicos recebam 50 euros por hora, mas só depois de 150 horas extra

16 jun, 21:25

O ministério da Saúde propõe 50 euros por cada hora extraordinária, mas há dois entraves: o valor só será pago aos médicos depois de cumprirem 150 horas extaordinárias com o atual valor, 19 euros, e o aumento é só para os próximos meses. Os sindicatos reagiram indignados e dizem que estas propostas são uma encenação. 

Economia

Mais Economia

Patrocinados