"Fui mãe aos 52, não porque decidi mas porque a vida assim me proporcionou": Sónia teve de ir a Espanha cumprir o sonho de ser mãe

14 jan, 21:41

Até há bem pouco tempo, ser mãe pela primeira vez depois dos 40 não era nada frequente, sobretudo devido aos especiais cuidados que uma gravidez deste tipo implica. 

Hoje, porém, o número de mulheres com mais de 50 anos que se aventuram a engravidar é cada vez maior. Aliás, na ultima década, o número de mães acima desta idade disparou.

Uma vez que em Portugal não é permitido recorrer à procriação medicamente assistida a partir dos 50 anos, Sónia Magalhães foi até Espanha realizar tratamentos. E foi assim que realizou o sonho de ser mãe solteira aos 52 anos.

Saúde

Mais Saúde

Patrocinados