Falta de transparência nas eleições angolanas? "A primeira suspeita é a alteração da legislação". A análise da cofundadora do Mudei

Pivô CNN Primetime
20 jul, 00:31

As eleições de 24 de agosto em Angola serão as mais competitivas desde 1992, e alguns analistas apontam falta de transparência. A cofundadora do movimento cívico Mudei, que está particularmente atenta ao processo eleitoral, explica que a primeira suspeita é a alteração da legislação. "Há várias manobras a serem feitas desde a revisão da lei constitucional", diz Alexia Gamito. "A nomeação para o Tribunal Constitucional de uma pessoa ligada ao partido do poder e principalmente a revisão da lei eleitoral que retira a contagem dos votos do nível do município".

África

Mais África

Patrocinados