Exclusivo. Utente de lar em Évora foi discriminado, maltratado, humilhado e posto na rua por ter VIH

Jornalista TVI e TVI24
9 jan, 21:30

Um cidadão seropositivo residente num lar em Évora foi discriminado por essa mesma instituição. Há ainda suspeitas graves de maus-tratos e omissão de auxílio. 

Joaquim Pereira, de 60 anos, começou por ser humilhado e impedido de usar as casas de banho do Centro Social Nossa Senhora Auxiliadora. 

Mas o pior aconteceu há dois meses. Sabendo que este homem não podia andar, a instituição expulsou-o sem cadeira de rodas, obrigando-o a arrastar-se na rua à chuva e ao frio durante duas semanas. Apesar da gravidade da situação, a diretora deste lar mantém-se em funções.

País

Mais País

Patrocinados