Escândalo na GNR: “Um episódio de tortura, humilhação, tratamento desumano e degradante”

16 dez 2021, 22:41

Quanto ao escândalo que envolve militares da GNR em Vila Nova de Milfontes, Pedro Neto, diretor da Amnistia Internacional, considera que o caso pode ou não ter sido motivado por razões xenófobas, mas é certo que se tratou de : “um episódio de tortura, humilhação, tratamento desumano e degradante”. Algo que vai contra a Convenção Europeia dos Direitos do Homem assinada pelo Estado Português.

País

Mais País

Patrocinados