"Em vez de demorar 25 minutos, demorou 2 horas". Transporte de doente crítico falhou devido ao corte de helicópteros do INEM em Viseu

2 jan, 21:39

A falta de um helicóptero de emergência do INEM em Viseu obrigou um doente crítico a fazer uma viagem de 2 horas numa ambulância. 
A denúncia é feita pelo sindicato dos pilotos e ainda não teve resposta do INEM. 

Saúde

Mais Saúde

Patrocinados