"É preciso um sinal de esperança para que os médicos voltem a fazer horas extraordinárias"

4 out, 09:31

Jorge Roque da Cunha, secretário-geral do Sindicato Independente dos Médicos, expõe o descontentamento dos médicos com a situação que se vive em vários hospitais por todo o país. 

País

Mais País

Mais Vistos

Patrocinados