É conhecido como "pastel de natal português" e foi condenado a cinco anos de prisão na China

11 abr, 22:05

Um português, ativista pró-independência de Hong Kong, foi condenado a cinco anos de prisão pelo crime de incitação à subversão. Joseph John é o primeiro cidadão estrangeiro com dupla nacionalidade condenado pela lei da segurança nacional imposta por Pequim. O Governo português diz que está a acompanhar o caso pela via diplomática, mas adianta que não há muito a fazer.

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados