Do peixe à fruta, um cabaz de bens essenciais custa agora mais 10%. E nem a produção nacional trava a inflação

29 jul, 20:26

Desde o dia 5 de abril que a TVI acompanha o preço de um cabaz de dez produtos essenciais: pão, leite, bifes de vaca, pescada, batata, tomate, maçã, laranja, massa e óleo de girassol. Há mais de três meses, o preço total era de 30,23€. Hoje, o mesmo cabaz custa 33,36€, um aumento de mais de 10%.

No caso do peixe, há comerciantes que nem colocam determinadas espécies à venda pelo elevado preço que irão ter para o comerciante. O salmão é o exemplo mais sonante, em que o quilo é agora vendido a mais de 17 euros.

A procura por produtos nacionais pode ser uma estratégia para fazer frente à subida dos preços, mas, no caso das frutas e legumes, nem o que vem da terra é suficiente para travar a inflação.

Economia

Mais Economia

Patrocinados