"Dirigiam-se para a Ucrânia". Putin reage ao mais mortífero atentado dos últimos 20 anos em solo russo

23 mar, 20:05

O número de mortos do ataque terrorista nos arredores de Moscovo subiu para 133, mas ainda há uma centena de feridos internados. Os números ainda podem vir a ser atualizados. No entanto, no Kremlin já tenta colar o ataque à Ucrânia. 

Europa

Mais Europa

Patrocinados