Corte de gás russo: "O que vemos aqui é uma demonstração de poder e não nos vamos deixar influenciar por isso", diz porta-voz do governo alemão

27 jul, 23:29

A empresa Gazprom concretizou o corte do fluxo de gás para a Alemanha. 

Durante a noite, o transporte de gás foi reduzido a 20% da capacidade total do gasoduto Nord Stream 1. O governo alemão acusa a Rússia de jogos de poder com a energia. Moscovo defende que várias dificuldades técnicas e geopolíticas. Berlim rejeita que existam falhas técnicas.  

 A União Europeia acordou recentemente reduzir o consumo de gás, contudo essa redução pode vir a ser forçada e mais drástica do que pretendiam os europeus. 

Europa

Mais Europa

Patrocinados