Com a “imagem manchada”, uma “não resposta” de Netanyahu “pode a acalmar os ânimos” em Israel

14 abr, 12:42

Daniela Nunes, especialista em Relações Internacionais, considera que, depois do ataque do Irão, Israel tem aqui “uma oportunidade para capitalizar de alguma forma o que aconteceu, não respondendo ou pelo menos respondendo com calma e cautela”, uma vez que a imagem do governo de Netanyahu, não apenas aos olhos dos israelitas, mas também da comunidade internacional, “é uma imagem manchada” desde a 7 de outubro. “Uma não resposta pode vir a acalmar os ânimos”, vinca.

Médio Oriente

Mais Médio Oriente

Patrocinados