Carta à ministra da Saúde. Mais de 600 médicos recusam fazer mais de 150 horas extraordinários por ano

25 ago, 21:45

Já são mais de 600, os médicos internos que se recusaram a fazer mais de 150 horas extra por ano. Uma situação que para a Ordem dos Médicos pode agravar a pressão sobre os serviços de urgência.

Saúde

Mais Saúde

Patrocinados