Aumento do preço do gasóleo: transportes de mercadorias ponderam paralisação se o Governo não tomar medidas

19 jun, 11:16

A ANTRAM -  Associação Nacional de Transportes Públicos Rodoviários de Mercadorias considera que no que toca aos preços dos combustíveis "o limite já foi ultrapassado" e não exclui a hipótese de organizar uma paralisação, à semelhança do que aconteceu em 2019. À CNN Portugal, André Matias de Oliveira, porta-voz da associação, explica que "a ANTRAM representa mais de 2 mil empresas, que vivem uma situação de desespero" e no encontro de associados entre 2 e 3 de julho irão decidir quais as medidas a tomar: "A ANTRAM privilegia sempre a via do diálogo, mas o que acontece hoje é que o governo 'matou' o gasóleo profissional e, por outro lado, não consegue compensar as empresas".

"Aquilo que está em cima da mesa para a ANTRAM é a reposição do gasóleo profissional e um desconto imediato na fatura para todos os portugueses", diz este responsável.

André Matias Oliveira alerta que o gasóleo vai aumentar entre 4 e 6 cêntimos na segunda-feira. "Neste momento, todos os transportes rodoviários de mercadorias compram o gasóleo ao mesmo preço que um cidadão normal. Havia um apoio ao gasóleo profissional mas esse apoio terminou com a descida do ISP", explica à CNN Portugal, sublinhando que isto tem efeitos diretos nas importações e nas exportações. A ANTRAM defende que em vez do ISP deveria haver uma redução do IVA, à semelhança do que acontece em Espanha, e que se iria refletir diretamente nas faturas pagas pelos consumidores.

Economia

Mais Economia

Patrocinados