“Até tinha medo de ir ao bar sozinha”. São professoras, foram agredidas na escola e relatam o medo em que vivem

31 out, 21:51

Só desde o início do ano letivo, em setembro, já houve 14 professores agredidos por pais e alunos. O caso mais grave aconteceu há 3 semanas, quando uma docente foi barbaramente espancada dentro do recinto escolar por dez mulheres. A professora da Figueira da Foz não quer dar entrevistas, porque teme represálias e ainda vive num clima de terror.

Este é um medo comum a todas as docentes que entrevistámos nas últimas semanas. Uma delas deixou mesmo de lecionar, entre lágrimas e muita desilusão face à impunidade que se tornou o prato do dia-a-dia.

Educação

Mais Educação

Mais Vistos

Patrocinados