Apesar dos aumentos na função pública, há quem vá receber abaixo do salário mínimo. Medina garante que eventuais erros serão corrigidos

17 jan, 22:31

Os sindicatos da função pública identificaram um efeito perverso na aplicação de algumas tabelas de IRS.

O ministro das Finanças reúne-se amanhã com as estruturas sindicais e garante que será corrigida a retenção na fonte, para resolver o problema que anula qualquer efeito do aumento de salários em muitos funcionários públicos.

Dinheiro

Mais Dinheiro

Mais Vistos

Patrocinados