Angola. “As listas eleitorais continham reconhecidamente muitos mortos, cerca de dois milhões e 700 mil”

28 ago, 18:59

Jorge Carlos Fonseca, chefe da missão de observação da CPLP às eleições angolanas e ex-presidente de Cabo Verde, afirma que, apesar de tudo, o processo de votação correu “essencialmente bem”, havendo, no entanto, algumas falhas a registar. O antigo chefe de Estado diz ainda que a missão da CPLP ficou “incompleta”.

África

Mais África

Patrocinados