"Acredito que o 'habeas corpus' seja decretado": advogado de Manuel Pinho defende libertação imediata

20 dez 2022, 12:25

O advogado de Manuel Pinho acredita que o "habeas corpus" deve ser aceite pelo tribunal.

No entanto, Ricardo Sá Fernandes diz que respeitará qualquer decisão tomada.

País

Mais País

Patrocinados