A Ilha dos Pássaros: "Nós somos loucos, mas é uma paixão"

21 dez 2022, 22:31

Todos os anos a ilha do Corvo aumenta de população perante um fenómeno invulgar. Os alojamentos da mais pequena ilha dos Açores ficam esgotados com a chegada de dezenas pessoas de todo o mundo para observar aves. A ilha é encarada por muitos como o melhor local da Europa para avistar pássaros raros americanos.

Estes apaixonados pela observação de aves fazem parte de um nicho de turismo com grande potencial de crescimento e que contribui para contrariar a sazonalidade do setor turístico.

Estima-se que o mercado da observação de aves a nível global chegue aos 59 mil milhões de euros em 2022 e aos 100 mil milhões em 2023. Portugal ainda dá os primeiros passos mas há três milhões de viagens anuais na Europa motivadas pelo turismo de birdwatching. Algumas já têm os Açores como destino.

Mas como é que a ilha de 430 habitantes lida com o aumento de quase 20% da população? Como é que os corvinos encaram estes fanáticos por aves? E afinal que pássaros são estes que trazem dezenas pessoas de todo o mundo até a um dos pontos mais ocidentais da Europa?

País

Mais País

Patrocinados