Passos 'responde' a Marcelo sobre regresso à política: "Estou muito fora de tudo e assim pretendo continuar"

CNN Portugal , BCE
3 nov, 21:08

O ex-primeiro-ministro foi confrontado pelos jornalistas com os repetidos elogios do Presidente da República

"Não tenciono regressar a espaços políticos". Foram estas as palavras de Pedro Passos Coelho quando questionado pelos jornalistas sobre um eventual regresso à política, à margem de uma conferência sobre o Serviço Nacional de Saúde (SNS), que decorreu à porta fechada na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. 

Ainda assim, e perante a insistência dos jornalistas, que lembraram os recentes elogios de Marcelo Rebelo de Sousa ao ex-primeiro-ministro, Passos Coelho admitiu a velha máxima de que nunca se deve dizer nunca.

"Não há nenhuma razão para eu dizer que nunca mais na vida faço coisa nenhuma, seria uma tolice, seria um absurdo. Mas não, não estou a pensar em coisa nenhuma", garantiu, depois de questionado pela CNN Portugal.

"Estou muito fora de tudo e assim pretendo continuar", reforçou.

Nas últimas semanas, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, fez repetidos elogios ao ex-primeiro-ministro, afirmando que "o país lhe deve aquilo que fez durante o período da troika", e classificando-o como "um ativo político importante para o futuro”.

Pedro Passos Coelho, 58 anos, presidente do PSD durante oito anos (2010-2018), foi primeiro-ministro de 2011 a 2015, durante os anos de intervenção da troika. Desde então, afastou-se da política ativa, tendo sido raras as suas intervenções públicas.

Relacionados

Política

Mais Política

Patrocinados