«Se formos a melhor equipa, podemos ser campeões», admite Mourinho

26 set 2002, 16:52

Uma ligeira inflexão no discurso de protesto... O treinador do F.C. Porto foi, desta vez, um pouco mais moderado no discurso de protesto.

Têm sido muitas as queixas de José Mourinho neste início de época, no que toca aos problemas com a arbitragem. O treinador do F.C. Porto já acusou, em mais do que uma ocasião, o Benfica de ter sido beneficiado. Mas, desta vez, o técnico azul e branco preferiu ser mais moderado: «Não quero entrar muito por aí. Se analisasse com cuidado a questão das arbitragens, não teria tido tempo para me preparar para aquilo que é a minha função, que é treinar e tentar fazer do Porto uma boa equipa».

Ainda assim, Mourinho voltou a recorrer a uma expressão que usou recentemente: «Temos ganhos com suor, enquanto há certas equipas que ganham com toques de arte mágica...» Um fenómeno que não impede, no entanto, o treinador do Porto de acreditar na verdade da Superliga: «Tenho que acreditar, porque se não não valia a pena... Acredito que, no final, o melhor poderá vencer. Não estou a dizer que os melhores sejamos nós, mas se o formos, acredito que podemos ser campeões».

Recuando no tempo, Mourinho concluiu que «por exemplo, na época passada, aquele que foi, no global, a melhor equipa, acabou por vencer: o Sporting».

Leia ainda:

Patrocinados