Mais de 370 pessoas retiradas de avião em chamas em Tóquio. Cinco membros da Guarda Costeira morreram

António Guimarães , Atualizada às 11:35
2 jan, 09:26

Acidente foi provocado por uma colisão em pista entre as duas aeronaves

Um avião está a arder em plena pista do aeroporto Haneda, em Tóquio, Japão. A companhia aérea Japan Airlines confirmou que iam a bordo 367 passageiros mais 12 membros da tripulação, sendo que todas as pessoas foram retiradas em segurança.

A Guarda Costeira japonesa confirmou que o fogo foi provocado por uma colisão em pista entre o avião da Japan Airlines e uma aeronave daquela autoridade. Um dos tripulantes da aeronave da Guarda Costeira conseguiu escapar com vida, sendo que os outros cinco foram encontrados sem vida, de acordo com a Kyodo.

Imagens amadoras mostram o avião com chamas no motor esquerdo na altura da aterragem, sendo depois possível ver passageiros a saírem pelas saídas de emergência.

Nas imagens das agências internacionais é possível ver o aparelho em chamas, sendo que o fogo consumiu por completo o avião.

O avião tinha acabado de chegar ao aeroporto de Tóquio vindo de Hokkaido. Todas as pistas do principal aeroporto japonês foram fechadas, com as autoridades japonesas a tentarem extinguir as chamas.

A aeronave da Guarda Costeira estava a caminho da base do aeroporto de Niigata, onde ia entregar ajuda para fazer face aos estragos provocados pelo violento terramoto na penísula de Noto.

Relacionados

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados