Espanha
6'
0 - 0
Itália

Pichardo atira-se a Évora: «Não sou uma prostituta, nem sou como tu»

12 mar 2023, 22:51
Pedro Pichardo sagra-se campeão da Europa de triplo salto

Atleta naturalizado português reagiu com dureza à entrevista de Nelson Evora, que disse que Pedro Pablo Pichardo foi «comprado» para Portugal ter resultados desportivos imediatos. «Salto mais do que isso de leggings compridas e de chapéu», disse sobre a melhor marca de carreira de Évora

Pedro Pablo Pichardo reagiu neste domingo às declarações de Nelson Évora, que em entrevista ao Observador criticou o processo de naturalização do atleta que desertou de Cuba e acabou por tornar-se português no final de 2017.

Évora, que recordou ter demorado 11 anos a adquirir a nacionalidade portuguesa, disse mesmo que Pichardo foi «comprado» para que Portugal obtivesse resultados a curto prazo e que a aparente saúde do atletismo português à boleia dos sucessos do atual campeão olímpico mundial e europeu do triplo salto tratavam-se de «uma fachada».

Através do Instagram, Pichardo acusou Évora de lhe faltar ao respeito e de ter trocado o Benfica pelo Sporting em 2016 a troco de dinheiro. «Quando dizes que fui comprado, estás a faltar-me ao respeito. Não sou uma prostituta nem sou como tu, que saíste mal do clube porque te ofereceram mais. Não sei quais os problemas que tens na cabeça ou se tens problemas com alguém que está no Benfica, mas não deves misturar-me nessas coisas falando de mim.»

Pedro Pablo Pichardo reiterou que saiu de Cuba pelos problemas «que já toda a gente sabe». «Estava na Suécia e o Benfica fez-me uma proposta como fizeram outros clubes de outros países. Cheguei a Portugal sem saber nada dos teus problemas, simplesmente estava focado na minha carreira», escreveu.

A seguir, o especialista do triplo salto referiu-se às lutas desportivas entre os dois. Lembrou que foram poucas as vezes em que Évora o bateu em competições e que a melhor marca da carreira do atleta já retirado é 17.74, distância que Pichardo desvalorizou: «Salto mais do que isso de leggings compridas e de chapéu.»

Pedro Pablo Pichardo disse ainda que o facto de Évora, nascido na Costa do Marfim, só ter adquirido a nacionalidade portuguesa ao fim de uma década não o torna mais português do que ele e acusou-o de falta de coerência devido a um caso de um atleta espanhol que disse ser semelhante ao seu.

«Sempre que tens uma oportunidade, falas do Pichardo, sê homem e fala diretamente para a pessoa ou para o clube com quem tens problemas e pára de falar de mim. (...) Sempre fiquei no meu cantinho, mas chega de humildade e de ficar calado. Podes ter a tua História e és o Nelson Évora, como disseste, mas eu também tenho a minha e sou o Pichardo». E desafiou: «Quando fores vencedor das Diamond League, saltares 18 metros e tiveres os meus títulos num ano, então falamos de campeões. 'Mó Cota', sou melhor do que tu... aceita», concluiu.

Patrocinados