Em atualização

A GUERRA AO MINUTO Alemanha assegura que armas ocidentais fornecidas a Kiev não serão usadas em solo russo

Todas as informações mais recentes sobre o conflito na Ucrânia, que começou a 24 de fevereiro de 2022
2023-02-05

O que está a acontecer

  • Think tank americano diz que Rússia está a preparar ofensiva decisiva para tomar Bakhmut

  • Restrições ao petróleo russo alargadas aos derivados a partir deste domingo

  • Líder do grupo Wagner diz que combates intensos continuam em Bakhmut

  • Mísseis russos atingem edifício residencial em Kharkiv e ferem três civis

  • "Situação na linha da frente está a ficar mais difícil": Zelensky diz que Rússia está a empenhar cada vez mais forças

  • Alemanha assegura que armas ocidentais fornecidas a Kiev não serão usadas em solo russo

2022-11-16
11:17

"Um incidente infeliz". Presidente da Polónia diz que nada prova que tenha sido um ataque intencional

O presidente da Polónia afirmou, esta quarta-feira, que nada prova que a explosão de um míssil junto da fronteira com a Ucrânia tenha sido um ataque intencional, avança a Reuters.

De acordo com a agência, Andrzej Duda diz ainda que o míssil era russo - "provavelmente um S-300", mas que "ainda não há provas de que foi lançado pela Rússia" e que "é altamente provável que tenha sido utilizado pela defesa aérea ucraniana".

A investigação está a ser conduzida pela Polónia e pela NATO. 

Duda diz ainda que "não há sinais de um ataque intencional contra a Polónia". "Foi, provavelmente, um incidente infeliz".

Siga ao minuto:

2023-02-05
11:10

Corpos de voluntários britânicos devolvidos a Kiev

Os corpos de dois voluntários britânicos que foram mortos em janeiro, no leste da Ucrânia, foram devolvidos a Kiev numa troca de prisioneiros entre Rússia e Ucrânia.

O chefe de gabinete de Volodymyr Zelensky revelou que os corpos de Chris Parry, de 28 anos, e de Andrew Bagshaw,  de 47, tinham sido devolvidos pelos russos, sem indicar quando serão entregues à embaixada britânica em Kiev para que regressem a casa. 

As famílias dos voluntários revelaram que os dois foram mortos durante uma operação de resgate: estavam a tentar ajudar uma idosa, na cidade ucraniana de Soledar, quando os carros onde se deslocavam foram bombardeados, a 6 de janeiro. 

A cidade de Soledar tem sido palco de intensas disputas entre russos e ucranianos. As forças de Moscovo já anunciaram, no mês passado, que tinham capturado a cidade mineira, mas Kiev não confirmou a perda.

2023-02-05
11:03

Rússia está a preparar ofensiva decisiva para tomar Bakhmut

O think tank norte-americano Institute for the Study of War (ISW) publicou no sábado um relatório, citado pelo The Guardian, que indica que a Rússia está a concentrar soldados e equipamento militar para uma ofensiva decisiva em torno da cidade de Bakhmut e da região de Lugansk.

A análise do ISW refere também que os esforços militares sustentados para cercar Bakhmut impediram a Rússia de reunir as tropas de que precisaria para atacar Zaporizhzhia a partir do leste.

2023-02-05
10:49

Restrições ao petróleo russo alargadas aos derivados a partir deste domingo

Entra este domingo em vigor o embargo da União Europeia à importação de produtos petrolíferos refinados provenientes da Rússia. Significa que há, a partir de hoje, um alargamento das sanções económicas, uma vez que as restrições ao petróleo estendem-se agora aos derivados, como o diesel ou querosene.

Os tetos ao preço do petróleo entraram em vigor no passado mês de dezembro e Bruxelas continua a procurar reduzir as receitas de Moscovo, fazendo escassear os meios russos para financiar a guerra contra a Ucrânia. 

O Kremlin sustenta, no entanto, que o embargo europeu irá desequilibrar ainda mais os mercados internacionais de energia e assegura que vai tomar medidas para proteger os seus interesses.

2023-02-05
09:28

Noite "difícil" em Kharkiv com ataque a edifício residencial. Cidade está "praticamente livre de forças russas, mas é uma das zonas mais atingidas"

Dois mísseis russos caíram este domingo no centro da cidade de Kharkiv, tendo um deles atingido um edifício residencial.

Sérgio Furtado, o enviado especial da CNN Portugal na Ucrânia, fala de "uma noite bastante difícil" na cidade, que "tem estado quase sempre debaixo da mira" dos mísseis russos. 

Também as zonas de Kherson e Zaporzhzhia têm sido fustigadas nos últimos dias com uma intensidade cada vez maior, num momento em que a Ucrânia ainda aguarda o envio dos carros de combate fornecidos pelo Ocidente para preparar uma contra-ofensiva. 

2023-02-05
08:57

Líder do grupo Wagner diz que combates intensos continuam em Bakhmut

O líder do grupo de mercenários Wagner disse este domingo que continuam a travar-se combates intensos na parte norte da cidade ucraniana de Bakhmut, que tem sido o foco das atenções dos russos nas últimas semanas. 

Citado pela Reuters, Yevgeniy Prigozhin, o fundador e líder do grupo militar privado, disse que os seus soldados estão a lutar "por cada rua, cada casa, cada escada", contra as forças ucranianas, que não estão a recuar.

2023-02-05
08:13

Mísseis russos atingem edifício residencial em Kharkiv e ferem três civis

Dois mísseis russos atingiram este domingo o centro da cidade de Kharkiv, tendo um deles atingido um edifício residencial.

"Um edifício residencial no centro da cidade foi atingido. Deflagrou um incêndio. Até agora, são conhecidas três vítimas: uma mulher de 54 anos e dois homens de 51 e 55", escreveu no Telegram o governador Oleh Synehubov, citado pela Reuters.
 

2023-02-04
23:38

Scholz disse que ter chegado a um "consenso" com Zelensky para que as armas do Ocidente não sejam usadas em solo russo

O chanceler alemão disse ter chegado a um "consenso" com o presidente ucraniano que determina que as armas fornecidas pelo Ocidente não serão usadas para ataques em território russo.

"Há um consenso sobre esse ponto", indicou Olaf Scholz questionado pelo jornal Bild quanto ao envio de tanques Leopard para a Ucrânia, depois de muita reticência do lado alemão para dar luz verde nesse sentido.

"Em conjunto com os nossos aliados, estamos a enviar tanques de combate à Ucrânia para que ela se possa defender. Ponderamos cuidadosamente cada envio de armas, em estreita coordenação com os nossos aliados, começando pelos Estados Unidos. Esta abordagem comum permite evitar uma escalada da guerra", argumentou.

2023-02-04
20:42

Reportagem TVI/CNN Portugal: em Poltava, Ucrânia, produzem-se velas para iluminar as trincheiras e combater o frio

O enviado especial da TVI/CNN Portugal à Ucrânia esteve em Poltava onde testemunhou mais um esforço civil para ajudar a aquecer e iluminar as trincheiras geladas na frente de batalha.

2023-02-04
20:34

Portugal vai mesmo enviar tanques Leopard para a Ucrânia (mas só dois estão operacionais)

Depois de a TVI/CNN Portugal ter avançado que Portugal só tem dois carros de combate Leopard operacionais dos quatro que tem de enviar para a Ucrânia, António Costa admitiu que o país vai mesmo enviar alguns tanques para Kiev - sem adiantar quantos.

Ao que a TVI/CNN Portugal apurou, Portugal tem 37 tanques Leopard, mas se enviar os únicos dois que estão operacionais, ficará sem nenhum carro de combate a funcionar em Santa Margarida, onde estão todos estacionados.

2023-02-04
20:32

Acidente em central de alta voltagem em Odessa deixa meio milhão de pessoas sem energia

A cidade portuária de Mariupol tem agora 15.000 soldados russos. São mais 5.000 mil no sul da Ucrânia, em território ocupado.

Noutra região portuária, os bombardeamentos russos contra infraestruturas civis continuam a fazer estragos. Em Odessa, a Ucrânia diz que uma central de alta voltagem deixou de funcionar. Meio milhão de pessoas ficou sem energia.

2023-02-04
18:49

"Situação na linha da frente está a ficar mais difícil": Zelensky diz que Rússia está a empenhar cada vez mais forças

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, afirmou este sábado que a situação na linha da frente está a "ficar mais difícil" e que a Rússia está a empenhar cada vez mais tropas na Ucrânia.

As forças russas estão lentamente a ganhar terreno na região do Donbass, ao cercar a cidade de Bakhmut a norte de Donetsk e a lutar para assumir o controlo de uma estrada próxima - que é uma grande rota de abastecimento para as forças ucranianas. 
 
"Muitas vezes tive que dizer que a situação na frente de combate é difícil, e está a ficar mais difícil (... O invasor está a colocar mais e mais forças para derrubar as nossas defesas", disse Zelensky no vídeo.
 
"É muito difícil agora em Bakhmut, Vuhledar, Lyman e outras localidades", continuou. 

2023-02-04
17:55

"A Ucrânia não está a mostrar a capacidade militar, está a perder territórios". A análise da guerra por Tiago André Lopes

Tiago André Lopes, especialista em diplomacia, analisa o encontro entre a Ucrânia e a União Europeia (UE), numa altura em que a Rússia estará a protagonizar novos avanços no território ucraniano, nomeadamente em Sloviansk e Kharkiv.

A Ucrânia não está a mostrar a capacidade militar, está a perder territórios que tinha conquistado

 

2023-02-04
17:55

Adesão da Ucrânia na União Europeia? "Nas melhores expectativas, este processo poderá levar uma década ou duas"

Uma sondagem realizada na Alemanha mostra que o país está dividido: metade dos inquiridos concorda com a decisão do governo e outra metade está contra.

O professor universitário Pedro Ponte e Sousa analisa esta sondagem, bem como os avanços russos em Donetsk e o encontro entre a Ucrânia e a União Europeia.

2023-02-04
17:39

Registados mais de 18 milhões de movimentos transfronteiriços da Ucrânia desde o início da invasão

Desde o início da invasão russa da Ucrânia, há quase um ano, já foram registadas mais de 18,1 milhões de cruzamentos da fronteira da Ucrânia. O número, avançado pelo The Guardian, diz respeito a movimentos transfronteiriços para fora do país e não ao número de pessoas.

De acordo com a mesma fonte, apenas cerca de 10 milhões de pessoas regressaram ao país desde o início da guerra.

2023-02-04
15:11

Primeiro-ministro britânico garante a Zelensky que vai focar-se em fornecer equipamento militar à Ucrânia

O primeiro-ministro britânico falou este sábado ao telefone com o presidente da Ucrânia, tendo ambos concordado que é importante que a comunidade internacional preste assistência à Ucrânia de forma mais rápida. 

"O primeiro-ministro disse que estava focado em assegurar que o equipamento militar defensivo britânico chega à linha da frente tão rapidamente quanto possível", informou um comunicado divulgado pelo gabinete de Rishi Sunak, citado pela agência Reuters.

"Ambos os líderes concordaram que é vital que os parceiros internacionais acelerem a sua assistência à Ucrânia para ajudar a aproveitar a oportunidade de empurrar para trás as forças russas", lia-se ainda na declaração. 

 

No Twitter, Zelensky revelou que agradeceu a Sunak por começar a treinar os soldados que vão utilizar os tanques Challenger 2, fornecidos pelos britânicos a Kiev, e admitiu que frisou ao primeiro-ministro britânico que "representantes do agressor não têm lugar" nos Jogos Olímpicos de Paris em 2024. 

2023-02-04
14:13

Zelensky reconhece dificuldades na região de Donetsk mas pede resistência aos ucranianos

A situação está cada vez mais complicada na província de Donetsk, na Ucrânia. O presidente da câmara de Sloviansk pediu mesmo à população para abandonar a cidade, alertando para a possibilidade de as tropas russas estarem a avançar mais depressa do que o esperado. O presidente ucraniano, por seu lado, reconhece as dificuldades na linha da frente.

2023-02-04
13:59

António Costa não revela quantos tanques Leopard 2 vão ser enviados para a Ucrânia

O primeiro-ministro anunciou que Portugal vai fornecer a Kiev carros de combate Leopard 2, mas diz que o número de tanques a enviar será anunciado só quando for "apropriado". 

E garante que o envio destes tanques não colocará em causa a capacidade operacional do país.

2023-02-04
13:43

Acidente grave em subestação provoca cortes de energia em Odessa

Um acidente grave numa subestação de alta voltagem na região ucraniana de Odessa provocou cortes de energia na capital da região, informou este sábado o primeiro-ministro da Ucrânia, Denys Shmyhal.

"A situação é difícil, a escala do acidente é significativa, é impossível restaurar rapidamente o abastecimento de energia, em particular a infraestruturas críticas", escreveu o governante no Telegram. 

Shmyhal referiu ainda que esta subestação já tinha sido danificada várias vezes por ataques de mísseis russos.

Nas redes sociais, foram partilhadas imagens de um incêndio no local. 

 

 

2023-02-04
10:57

Ucrânia anuncia regresso de 116 prisioneiros de guerra

O chefe de gabinete do presidente ucraniano anunciou que 116 soldados regressaram à Ucrânia, no âmbito de uma troca de prisioneiros de guerra com a Rússia.

Já na manhã deste sábado, a Federação Russa anunciara o regresso de 63 prisioneiros de guerra russos, incluindo pessoas de "categoria sensível", sem elaborar.

Andriy Yermak, o chefe de gabinete de Zelensky, divulgou no Twitter imagens dos soldados regressados à Ucrânia num autocarro, acrescentando que entre os libertados estão combatentes de Mariupol e "snipers das imediações de Bakhmut".

 

2023-02-04
10:43

Cimeira UE-Ucrânia "foi mais do mesmo": discursos, bandeiras e tapetes vermelhos "que pouco servem"

Ao caso do balão que sobrevoou os Estados Unidos, seguiu-se o avistamento de um outro balão na América Latina.

O major-general Agostinho Costa considera tratar-se de um "incidente" que não representa uma ameaça - uma vez que também Portugal lança balões semelhantes - mas que serve como fator "irritante no âmbito político-democrático" entre as potências mundiais chinesa e norte-americana, por evidenciar uma "aparente vulnerabilidade no espaço aéreo" da última.

O comentador da CNN Portugal analisou ainda a cimeira da União Europeia, que considerou ineficaz ("o que os ucranianos precisam é de uma luz ao fundo do túnel", não de discursos "que na verdade pouco servem"). O 10º pacto de sanções parece ser igualmente ineficaz, uma vez que os nove pacotes anteriores "não surtiram efeito" perante a "resiliência" da economia russa. 

A poucos dias do primeiro aniversário da guerra, Agostinho Costa prevê que "uma nova ofensiva" por parte da Rússia "está para acontecer", como indiciado pelos discursos recentes de Putin e Lavrov e das fronteiras fechadas com a Geórgia e a Mongólia.