Visita de Nancy Pelosi a Taiwan "é um somatório de farsas". Tiago Lopes explica porquê

3 ago, 20:02

A propósito da visita da presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Tiago Lopes aponta um conjunto de "farsas" que marcaram este acontecimento. Em primeiro lugar, "a China fingiu controlar territorialmente aquele país, que não controla". Por outro lado, "Taiwan também fingiu ser um Estado soberano", uma vez que não tem "legitimidade institucional" para permitir direitos diplomáticos aos EUA, que não o reconhecem. Por mim, o especialista em relações internacionais destaca o "trunfo de género" utilizado por Nancy Pelosi, que justificou a importância do acontecimento com o facto de ser mulher. "Nancy Pelosi é a terceira figura mais importante dos EUA", remata. 

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados