TikTok: o algoritmo "viciante", os problemas para a saúde mental e como podemos proteger as crianças (banir não é a solução)

25 jan, 11:39

Tito Morais, autor dos projetos "Agarrados à Net" e "Miúdos Seguros na Net", explica os principais problemas associados ao TikTok na perspetiva dos utilizadores mais jovens, num momento em que a União Europeia pondera banir a plataforma. 

O formato de vídeos curtos e o algoritmo personalizado determinam que o utilizador fique "agarrado" ao ecrã, onde muitas vezes surgem conteúdos potencialmente perigosos (como desafios) ou que podem agravar problemas de auto-estima. 

O especialista defende que, tal como "a altura de banir livros já passou", também com o TikTok as soluções devem passar por outros caminhos, como a sensibilização e a regulamentação - até porque, desaparecendo esta aplicação, "amanhã aparece outra". 

Também em casa os pais devem adotar medidas que não passem, necessariamente, pela proibição da aplicação. 

Comentadores

Mais Comentadores

Mais Vistos

Patrocinados