Rita Marques "violou frontalmente a lei": polémica em torno da ex-governante gera críticas no PS

Jornalista TVI e CNN Portugal.
10 jan, 21:21

A ex-secretária de Estado do Turismo foi contratada por uma empresa que recebeu 30 milhões em ajudas e incentivos do Estado, que a própria concedeu quando era governante.

Rita Marques vai assumir funções de gestão num grupo privado com projetos turísticos ligados ao vinho do Porto, cerca de um mês depois de ter saído do Governo.

Governo

Mais Governo

Mais Vistos

Patrocinados