Questionário "é um primeiro passo para recuperar alguma credibilidade do governo na questão das nomeações" - mas tem prós e contras

13 jan, 22:00

Pedro Tadeu pesa o lado positivo e o negativo do questionário aprovado esta quinta-feira em Conselho de Ministros. 

Como pontos positivos, sublinha que está é uma primeira solução "prudente" e que "inicialmente parece simpática", por "responsabilizar quem responde e quem nomeia". 

Por outro lado, o jornalista realça alguns pontos que o questionário parece não considerar (como associações para lá do agregado familiar) e considera ser "injusto sujeitar pessoas que não são suspeitas de nada a uma espécie de inquérito policial". 

Comentadores

Mais Comentadores

Mais Vistos

Patrocinados