Primeiro China, depois Angola, e agora Rússia: "Portugal é usado por estes regimes para lavar dinheiro, criar legitimidade e ter uma porta de entrada na Europa"

28 out, 00:23

Mariana Mortágua recorda que, para além da Rússia, também a China e Angola viram em Portugal um "paraíso", usado para "lavar dinheiro, para criar legitimidade, para ter uma porta de entrada na Europa sem que as suas instituições queiram saber de nada". "Os milionários na Rússia são milionários porque estão próximos do poder e construiram a sua fortuna na usurpação de empresas que eram públicas, e de recursos naturais". 

Comentadores

Mais Comentadores

Mais Vistos

Patrocinados