Pedro Costa: "Luís Montenegro escolheu o seu parceiro preferencial e o seu parceiro preferencial é o Chega"

31 mar, 22:20

"Há uma diferença entre discrição do silêncio e o vazio do silêncio", diz Pedro Costa, em análise à postura de Luís Montenegro nos útimos dias. O dirigente socialista considera "um sinal muito preocupante" aquilo que tem vindo a assistir na gestão da Assembleia da República.

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados