Operação Pretoriano. Detidos gozavam de “forte sentimento de impunidade”, diz juiz

12 fev, 14:16

Se Fernando Madureira, Hugo Carneiro e Vítor Catão ficassem em liberdade, a violência, a coação e a intimidação tinham tudo para continuar. Esta é, pelo menos, a convicção do juiz de instrução criminal, que no seu despacho justifica desta forma as medidas de coação aplicadas aos três arguidos. Diz o tribunal que os detidos gozavam de “forte sentimento de impunidade”

País

Mais País

Patrocinados