Novo Banco: "Mais importante neste caso é que nem Luís Filipe Vieira, nem António Ramalho fiquem impunes"

7 jan, 19:56

Mariana Mortágua sublinha que a notícia de que o presidente do Novo Banco tentou preparar Luís Filipe Vieira para a comissão parlamentar de inquérito mostra como o incumprimento do dever da verdade pode ser punido por lei. A deputada do Bloco de Esquerda acrescenta que as comissões de inquérito têm vindo a ganhar credibilidade e isso faz com que as pessoas que vão prestar esclarecimentos "encontrem as mais variadas manobras para fugir às questões". "Uma vez detetadas manobras devem ser punidas exemplarmente", afirma.

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados