Novo Banco: "Concertação é uma ilegalidade que ataca o compromisso de António Ramalho"

7 jan, 20:38

O deputado João Paulo Correia afirma que o Banco de Portugal deve analisar se António Ramalho e a administração continuam a ter idoneidade para dirigir o Novo Banco, após a notícia de que o presidente do Novo Banco tentou preparar Luís Filipe Vieira para a comissão parlamentar de inquérito.

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados