“Não há uma palava de apreço ou carinho”: 30 trabalhadores suspendem contratos em empresa de mármore devido a atrasos nos salários

5 jan, 14:51

Cerca de trinta trabalhadores de extração e transformação de mármore no Alentejo suspenderam os contratos laborais devido a salários em atraso. Em causa estão funcionários de um grupo que agrega três empresas. A administração queixa-se que os trabalhadores deviam ter continuado a executar as tarefas.

País

Mais País

Patrocinados