Médicos recusam fazer mais do que as 150 horas extraordinárias e isso pode comprometer urgências. Já está a acontecer em Viana do Castelo

Jornalista
18 set 2023, 15:44

Mais de mil assinaturas de médicos enviaram uma carta aberta ao Ministério da Saúde, onde se dizem indisponíveis a fazer mais do que as 150 horas extraordinárias obrigatórias por lei. Ainda assim, a direção clínica do Hospital Viana do Castelo está a destacar estes profissionais de saúde para as escalas até ao final do ano.

País

Mais País

Patrocinados