Marcelo espera que visita de Guterres à Rússia "possa permitir a abertura de um caminho" para a paz

23 abr, 13:24

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, expressou hoje o voto de que a ida do secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, a Moscovo e Kiev, conduza à paz na Ucrânia "mais depressa do que devagar".

Falando na cerimónia do centenário da Misericórdia de São João da Madeira, no distrito de Aveiro, Marcelo Rebelo de Sousa quis "formular o voto de que a próxima visita do secretário-geral das Nações Unidas à Federação Russa, e certamente depois também o contacto com a República da Ucrânia, possa permitir a abertura de um caminho que conduza à paz".

"E que conduza à paz mais depressa do que devagar", acrescentou o chefe de Estado perante um auditório cheio.

Para Marcelo Rebelo de Sousa, a rapidez na resolução do conflito "significaria não apenas o abreviar do sofrimento do povo martirizado da Ucrânia, mas também das angústias, das preocupações e das perturbações graves na vida de milhões" em todo o mundo, "e de milhões de portugueses em particular".

PR Marcelo

Mais PR Marcelo

Patrocinados