Escassez de alimentos, escalada de preços e o preocupante aviso alemão. “Aquilo que a Rússia está a fazer não tem nome”

21 jun, 22:38

A União Europeia aprovou, esta terça-feira, uma ajuda de 600 milhões de euros para fazer face à crise alimentar – provocada pelo bloqueio de cereais na Ucrânia – que está a afetar os países mais pobres.

Pedro Santos Guerreiro, diretor-executivo da CNN Portugal, explica que esta é uma situação que está a deixar reféns sobretudo os mais pobres, mas lembra que o Ocidente não está a salvo de alguma escassez de certo tipo de produtos para além da subida de preços generalizada. A Alemanha já aconselhou todos os cidadãos a manter uma reserva de alimentos não perecíveis e de medicamentos para um período de dez dias.

Mundo

Mais Mundo

Patrocinados