Diretora de lar na Madeira condenada por maus-tratos a utentes

3 abr, 16:28

A diretora de um lar de Porto Moniz, na Madeira, foi condenada a dois anos de prisão com pena suspensa e ao pagamento de uma multa, por maus-tratos.

O tribunal deu como provados os maus-tratos, que passavam por drogar os utentes, que chegaram a estar dois dias consecutivos a dormir.

As funcionárias receberam instruções para não fazê-lo ao fim de semana, devido às visitas dos familiares dos utentes.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados