Com a demissão de Pinto Moreira dos cargos no parlamento, "PSD perde autoridade para criticar António Costa por não ter agido mais rápido"

13 jan, 00:08

Pedro Tadeu analisa o caso de Joaquim Pinto Moreira, que vai renunciar como vice-presidente do grupo parlamentar do PSD por suspeita de corrupção - decisão que considera "correta", mas que "deveria ter acontecido mais cedo". 

O jornalista compara também este caso ao de Rita Marques, que considera mais ainda grave por se verificar uma "atitude de desrespeito à lei" inequívoca. 

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados