Cavaco "dá uma sova no PSD de Rui Rio" e tenta ser um elástico propulsor para Montenegro. A análise de Pedro Santos Guerreiro

3 jun, 22:20

Numa abordagem à entrevista de Maria João Avillez a Cavaco Silva, Pedro Santos Guerreiro considera que o ex-Presidente da República ganhou uma grande visibilidade, não apenas por se tratar de "uma entrevista rara", nem apenas pelos cargos políticos que desempenhou, mas porque "ocupa um espaço que tem estado vazio" pelos partidos da direita tradicional - CDS e o PSD. 

"Por um lado, dá uma sova no PSD de Rui Rio e não dá nenhuma sova em António Costa", descreve o diretor-executivo da CNN Portugal. "Mesmo se critica muito aquilo que é a inação, a inércia, a falta de capacidade de fazer reformas do Partido Socialista".

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados