Até no círculo próximo de Putin falta a vontade de combater. Filho de Peskov recusa fazer parte da mobilização militar

22 set, 18:01

Milhares de russos já começaram a ser chamados para combater na Ucrânia, depois de Putin ter anunciado a mobilização militar parcial. Contudo, nem mesmo no círculo mais próximo do presidente parece haver vontade de combater, como é o caso do filho do porta-voz do Kremlin, que se mostrou indisponível para ir para a guerra após ter sido alvo de uma partida de um podcast.

Europa

Mais Europa

Patrocinados