Acontece aos Melhores: homem foi abastecer o carro, e agora arrisca oito anos de prisão

14 dez 2021, 00:44

Flávio Martins atestou o automóvel a GPL numa bomba em Elvas. Poucos segundos após iniciar o abastecimento, o carro explodiu. Tudo, peorque a bomba em questão apenas disponibilizava GNC, gás natural comprimido, e não GPL. Condutor garante que se enganou, pelo facto de a bomba não ter sinais de proibição para abastecimentos de GPL. Ministério Público acabou por acusar Flávio Martins de um crime de explosão, a título de negligência, e em tribunal o homem arrisca uma pena de oito anos de prisão.

Videos

Mais Videos

Patrocinados