Abrams. Anúncio de Biden foi “manobra política para dar cobertura aos europeus sem ter de enviar tanques americanos para já”

Correspondente nos Estados Unidos da América
25 jan, 17:39

Abrams. Anúncio de Biden foi “manobra política para dar cobertura aos europeus sem ter de enviar tanques americanos para já”

O correspondente da CNN Portugal nos Estados Unidos, Luís Costa Ribas, lembrou que a administração norte-americana não queria enviar tanques Abrams para a Ucrânia e que, no anúncio, “Biden não explicou o lado político” de toda a situação.

O jornalista realça que os EUA disseram anteriormente que o Abrams não era o modelo de carro de combate “apropriado para o terreno” ucraniano, que tem “manutenção e utilização de grande complexidade” e funcionam apenas com combustível para aviões mais difícil de adquirir. Costa Ribas explica ainda que os veículos doados “não vão ser tanques do arsenal norte-americano”, apenas serão comprados pelos norte-americanos e, posteriormente, enviados para o Kremlin, algo que “pode demorar de 10 a 12 meses”.

E.U.A.

Mais E.U.A.

Mais Vistos

Patrocinados