Cinco leões fugiram do seu recinto num zoo da Austrália

PP
3 nov, 09:11
Leões

Espaço foi encerrado e animais recolhidos, de volta, ao seu espaço. Incidente vai ser investigado

Cinco leões, um adulto e quatro crias, escaparam do seu recinto no Jardim Zoológico de Taronga, em Sydney, Austrália, escreve a BBC

Foram avistados, fora do espaço habitual, esta quarta-feira de manhã, cedo. O zoo foi imediatamente encerrado e os animais capturados. Um porta-voz do zoo explicou que em pouco tempo a situação ficou resolvida, mas foi preciso atingir com tranquilizante uma das crias.

Ainda não há nenhuma explicação sobre como os animais escaparam, mas o diretor executivo do Jardim Zoológico, Simon Duffy, considerou o facto um "incidente significativo" e garantiu que seria investigado, acrescenta a BBC. Ainda segundo a mesma fonte, os animais apenas se deslocaram para uma área adjacente ao recinto onde habitualmente estão e nunca, em nenhum momento, saíram do zoo.

Algum tempo depois, terá sido assumido que houve “uma questão de integridade” numa das “vedações”.

Os animais foram vistos a cerca de 100 metros do local onde os hóspedes ficam, durante a noite, no zoo.No momento da fuga, o Jardim Zoológico ainda estaria encerrado.

Fonte oficial do espaço explicou ainda, segundo a BBC, que o alerta foi dado 10 minutos após a fuga dos leões, por um tratador.

Os hóspedes foram levados para um local seguro e quatro dos animais regressaram, por vontade própria e calmamente, para o seu lugar habitual. Apenas uma cria precisou de ser “sedada”.

Todavia, o zoo fez saber que aquela zona de exposição irá permanecer encerrada, até que uma nova inspeção possa garantir que “está 100% segura”.

A polícia também foi chamada ao local por precaução.

Em declarações ao jornal The Guardian Australia, um hóspede contou como foram vividas aquelas horas. Magnus Perri passava a noite com a família no zoo e foi acordado por um alarme. Depois um funcionário mandou todos saírem da tenda. Deixaram tudo nas tendas e foram colocados dentro de uma cabana.

Magnus Perri confessa que, inicialmente, achou que se tratava de um simulacro, mas depois ouviu o rádio dos funcionários e percebeu que tinham fugido leões: “Fiquei em choque – imagine enfrentar um leão – é o nosso pior pesadelo”.

Os hóspedes só puderam sair da cabana uma hora e meia depois do alerta.

A fuga de animais é rara na Austrália, mas em 2009, por exemplo, uma leoa escapou de um Jardim Zoológico – o Zoo de Mogo, no sul de Sydney – e o animal acabou por ser abatido porque se revelou um perigo para o público.

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados