“São inundações que nunca tínhamos visto antes nas nossas vidas”: Yellowstone está fechado pela primeira vez em 34 anos

14 jun, 14:36

De acordo com trabalhadores do parque, várias estradas e pontes do local foram danificadas e cobertas de rochas e lama. A energia elétrica foi também cortada em vários locais

Fortes chuvas provocaram inundações e deslizamentos de terra que levaram ao encerramento do parque Yellowstone, nos EUA. O parque, que tem cinco entradas e faz parte de três estados americanos - Wyoming, Montana e Idaho -, está fechado pela primeira vez em 34 anos. O fecho está previsto pelo menos até esta quarta-feira, de forma a avaliar os danos em estradas, pontes e outros locais.

Os trabalhadores do parque classificam as chuvas como sendo sem precedentes. A juntar a este fenómeno, a temperatura aumentou repentinamente, o que levou ao aceleramento do derretimento e posterior escoamento da neve acumulada nas regiões do parque com maior altitude. Assim, criaram-se as condições perfeitas para um verdadeiro desastre de inundações e deslizamentos.

De acordo com trabalhadores do parque, várias estradas e pontes do local foram danificadas e cobertas de rochas e lama. A energia elétrica foi também cortada em vários locais.

Cory Mottice, meteorologista da National Weather Service no estado do Montana, é citado pelo Alzajeera afirmando que “é muita chuva, mas as inundações não seriam assim se não tivéssemos tanta neve”, acrescentando que se trata de “inundações que nunca tínhamos visto antes nas nossas vidas”.

O local mais atingido de Yellowstone foi o norte do parque, sendo que várias estradas na parte sul ficaram à beira de serem inundadas, de acordo com as autoridades.

A prioridade, assim que foi encerrado o parque, passou por chegar aos visitantes e funcionários que estavam no local, principalmente os da zona norte: “A nossa primeira prioridade foi evacuar a secção norte do parque, onde temos várias falhas em estradas e pontes, deslizamentos de terra e outros problemas”, disse o superintendente do parque, Cam Sholly, em comunicado citado pelo The Guardian, acrescentando que "é provável que a zona norte esteja fechada por um período substancial de tempo”.

Este encerramento acontece no início da época turística, sendo que mesmo aqueles com reservas de hospedagem e acampamento não podem entrar no parque, que recebe cerca de quatro milhões de visitantes por ano. 

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados