Cumbre Vieja: dois sismos de 4,8 em La Palma entre os 47 das últimas horas

Agência Lusa , CM
29 nov 2021, 13:07

Vulcão nas Canárias está em atividade há mais de dois meses

PUB

O Instituto Geográfico Nacional espanhol (IGN) registou 47 sismos em La Palma (Canárias) desde as 0:00 (a mesma hora em Lisboa), incluindo dois de magnitude 4,8 registados simultaneamente, mas com epicentros diferentes.

Os dois sismos de magnitude 4,8 tiveram lugar às 08:35, um com o epicentro no mar, a sul da ilha de La Palma, e o outro no cume do vulcão Cumbre Vieja, no município de Villa de Mazo, que entrou em atividade a 19 de setembro último.

PUB

O primeiro dos sismos foi detetado a uma profundidade de 24 quilómetros, atingiu a intensidade IV-V (de um máximo de XII) e foi sentido em toda a ilha, assim como nas mais próximas, enquanto o segundo, a uma profundidade de 34 quilómetros, com uma intensidade máxima de IV, também foi sentido em toda a ilha.

Dos 47 sismos detetados durante as primeiras horas de hoje em La Palma, 33 foram na localidade de Fuencaliente e 14 na de Mazo, tendo a profundidade variado entre 10 e 38 quilómetros.

Entretanto, o Consórcio de Compensação de Seguros já pagou quase 53 milhões de euros de compensação às pessoas afetadas pela erupção do vulcão, revelaram fontes desta organização à agência noticiosa espanhola Efe.

PUB
PUB
PUB

O montante corresponde a 237 casas, pelas quais foram pagos 47,32 milhões de euros; 33 automóveis, pelos quais foram pagos 138,66 mil de euros; 12 lojas e escritórios (5,04 milhões de euros) e duas indústrias (404.667 euros).

A erupção do Cumbre Vieja causou entre 550 e 700 milhões de euros de prejuízos, segundo o presidente do arquipélago espanhol das Canárias, Ángel Víctor Torres.

Pelo menos 2.651 casas foram destruídas pela lava.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Patrocinados