XBB1.5. “Parece que temos uma mestre do escape imune, mas que não oferece preocupação”

14 jan, 10:03

Os correspondentes médicos da CNN Portugal, Sofia Baptista e Pedro Gomes de Sena consideram que a elevada taxa de vacinação pode estar a servir de barreira contra a nova variante, que começa a ganhar mais expressão, apesar de não ser ainda dominante.

“Parece que temos uma mestre do escape imune, mas que não oferece preocupação”, diz a médica, referindo-se à subvariante XBB1.5, que tem uma “mutação pouco vista” e que, por isso, lhe dá uma “grande capacidade de infetar”. No entanto, salvaguarda que, em termos de hospitalização e mortalidade não apresenta, para já, dados preocupantes.

Pedro Gomes de Sena crê que na Europa não se irá assistir ao que tem vindo a acontecer na China e também nos Estados Unidos, aqui à boleia da nova variante. O especialista defende que a elevada taxa de vacinação é um escudo-protetor. O especialista diz que a vacinação “tem permitido, obviamente com infeções covid”, reduzir o número de mortalidade e hospitalizações.

“Não se sabe muito sobre esta nova variante, mas não parece ser mais agressiva clinicamente”, diz.

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados