Viúva de João Rendeiro continua a ser suspeita de crimes de branqueamento de capitais e falsificação de documentos

19 mai, 09:11

Maria de Jesus Rendeiro cumpria a pena de prisão domiciliária na sua casa na Quinta Patino, em Cascais. A viúva do banqueiro João Rendeiro deixa de ter pulseira eletrónica, mas não pode sair do país, fica sujeita a apresentações periódicas semanais e está ainda proibida de contactar com outros arguidos. Maria de Jesus Rendeiro continua a ser suspeita dos crimes de branqueamento de capitais, falsificação de documentos, descaminho e desobediência.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados