Vale e Azevedo recorre do mandado de detenção emitido pela Justiça portuguesa

Jornalista TVI e TVI24
24 set, 13:59

Em causa está um processo sobre crimes de burla qualificada e falsificação de documentos. O juiz considerou Vale a Azevedo contumaz, o que implica a emissão de um mandado de detenção e a proibição de o antigo presidente do Benfica obter documentos como o Cartão do Cidadão, passaporte, ou fazer créditos em Portugal.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados