Urgências entupidas: em Santa Maria os utentes com pulseira amarela esperam mais de dez horas

Jornalista da editoria de Sociedade
2 jan, 21:21

Nos hospitais Amadora-Sinta e Santa Maria, e noutros hospitais em todo o país, os utentes com pulseiras amarelas chegaram a aguardar mais de dez horas para serem atendidos e os casos muito urgentes, ou seja, com pulseiras laranjas, que deviam ser atendidos em dez minutos, no máximo, esperaram mais do que duas horas.

Saúde

Mais Saúde

Mais Vistos

Patrocinados